segunda-feira, 16 de julho de 2012

Aula de salto!

Agulha, cone, carretel, anabela, virgula, cubano...A diferença entre alguns deles pode ser muito sutil ou totalmente aparente. Por isso, o blog preparou um post para que você conheça  os diferentes tipos de salto. Vem ver...

Cone: o salto tem o formato de um cone, começando mais grosso em cima, ficando mais fino em baixo. Pode ser baixo, médio ou alto. Eles são mais casuais e não cabem em looks passeio completo.

Bailarina ou ballet: é praticamente impossível conseguir utilizá-lo para caminhar. A pressão exercida pelo peso do corpo é direcionada totalmente aos dedos, ou ainda pior nas pontas dos dedos, como uma sapatilha de ballet. É altíssimo e desconfortável, não é um tipo de sapato que vemos por ai com frequência ( só a Lady Gaga mesmo).

Meia-pata: tem uma base plataforma na região dos dedos e tem saltos altos e mais finos. Deixa os pés elegantes e também ajuda a dar estabilidade em saltos muito altos. São ideais para looks mais arrumados e formais, mas tem mulheres que usam com jeans.

Quadrado: é exatamente como o nome o descreve e geralmente é um pouco mais grosseiro. Ajuda no equilíbrio do corpo, aliviando o peso da ponta dos dedos do pé. É mais casual, não fica bom com looks muito refinados.

Vírgula invertida: como o próprio nome diz, ele tem o formato invertido ao salto vírgula. O formato pode ser comparado ao de uma vírgula, porém com inclinação ao lado oposto ao tradicional sapato. O pino do salto inicia-se rente, ou quase rente à parte frontal da bandeja do salto. Alguns podem ser exagerados, outros mais sutis.

Plataforma: é parecido com a anabela, mas a plataforma em si começa desde a região dos dedos, podendo aumentar na área do calcanhar. É considerado um sapato casual e esportivo.

Agulha ou stiletto: o salto alto leva esse nome por ser bastante fino. É um tipo de salto clássico que vai bem desde o look mais casual, de trabalho, até o mais formal.

Carretel ou Louis XV: tem no máximo quatro ou cinco centímetros de altura e, como diz o nome, lembra o formato de um carretel. É um salto elegante e confortável. Fica bem com looks casuais, de trabalho e mais formais. 

Flat: são sapatos sem salto, como as rasterinhas e sapatilhas. São mais casuais.

Anabela: a parte da frente é baixa e a estrutura do salto é maior do meio para a parte de trás do sapato. Muitas mulheres consideram esse tipo de salto bem confortável e com estabilidade. O modelo é esportivo, casual e não deve ser usado em ambientes formais.

Cunha ou wedge: é um salto inteiriço somente na parte de trás do sapato. Lembra uma anabela, mas com aspecto um pouco mais arquitetônico. Considerado o queridinho das fashionistas, é mais casual e vai com looks mais arrumadinhos, mas sem ser muito formais.

Vírgula ou comma: o nome diz tudo! O salto tem a forma de uma virgula e geralmente é médio ou alto. Sua base é mais grossa e vai se afinando em uma curva. Vai do casual ao formal, dependendo do material e altura.

Reto: é constantemente visto nos sapatos altos. Não tem curvas nem mudança de espessura.

Cubano: começa largo na base e afina de forma quase imperceptível. Leva esse nome por ser usado por dançarinas de flamenco, uma vez que ajuda no equilíbrio.


Agora me diga: qual o seu preferido???


Imagens: reprodução

5 comentários:

  1. Nossa, que aula!!! Adorei! Seu blog é o máximo!!!
    Bj
    Thái

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Thái. Fico feliz que tenha gostado.
      bj
      ld

      Excluir
  2. Acho que da pra pesquisar mais, hein! Esse sapato da Lady Gaga na verdade é feito como uma meia pata, a pressão nas pontas dos dedos é só impressão por causa da decoração externa do sapato

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A pesquisa foi bem feita sim.E esse sapato NÃO é da Lady Gaga. Ela apenas aparece com ele. E vc, onde pesquisou? Poderia dar mais detalhes então sobre o modelo mencionado?

      Obrigada pela participação,
      ld

      Excluir